domingo, 26 de dezembro de 2010

Odalisca


Frederick Mulhaupt, Daughter of the Orient

A palavra odalisca deriva do turco odalik, que significa criada de quarto. O uso popular do termo atribui-lhe o sentido de amante, concubina ou uma mulher mantida por um homem rico.
No século XIX, as odaliscas faziam parte das fantasias eróticas masculinas, figurando até no movimento artístico conhecido como Orientalismo.

Jean Auguste Dominique Ingres, Odalisque, 1814

Colocada no nível mais baixo da hierarquia social de um harém, a odalisca nunca era vista pelo sultão, servindo antes as concubinas e as esposas. Não era uma concubina do harém, mas era-lhe possível tornar-se numa, caso revelasse talento para dançar, cantar ou fosse muito bela. Poderia então ser "treinada" para ascender a concubina. Se do encontro com o sultão resultasse o nascimento de um filho, tornar-se-ia então uma das suas mulheres.

Mariano Fortuny, Odalisque, 1861


Hermann Fenner-Behmer, Reclining Odalisque, 1857


Josef Straka, Odalisque with Parrot, 1902


Ignace Spiridon, Odalisca, 1889

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...