domingo, 5 de setembro de 2010

Indecências

A Origem do Mundo, 1866, de Gustave Courbet (!819 - 1877)


Em Mon Coeur mis à nu, Baudelaire conta:

"Todos os imbecis da burguesia, que pronunciam, sem cessar, as palavras imoral, imoralidade e moralidade na arte, bem como outros disparates semelhantes, trazem-me à memória Louise Villedieu, puta de cinco francos. Um dia, quando me acompanhava ao Louvre, onde nunca estivera antes, ela começou a corar, a esconder o rosto e, puxando-me a todo o instante a manga, perguntava-me, perante as numerosas estátuas e quadros imortais, como era possível exibir-se publicamente tais indecências."

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...